Jornacitec Botucatu, III JORNACITEC

Tamanho da fonte: 
DETERMINAÇÃO DA HORA-PICO E FLUXO DE SATURAÇÃO DE VEÍCULOS EM UMA MICRORREGIÃO DO MUNICÍPIO DE BOTUCATU
Amanda Benirschke, Sergio Augusto Rodrigues, Bernadete Rossi B. Fantin

Última alteração: 2014-10-01

Resumo


O tema da mobilidade urbana vem se constituindo foco permanente de discussões no setor público e fora dele dado ao caos que vem se transformando o trânsito de cargas e pessoas nas grandes e médias cidades brasileiras. Atualmente o município de Botucatu convive com esta realidade em uma região central da cidade, a qual recebe um grande fluxo de veículos e pedestres se deslocando para diversas escolas e órgãos da administração pública. Tal aglomerado representa uma problemática para a qualidade da fluidez do tráfego na cidade de Botucatu. Escolas como Santa Marcelina, La Salle, Objetivo, EMEF Cardoso de Almeida,  Escola Industrial, Colégio Anglo, Secretaria Municipal de Educação e Prefeitura de Botucatu estão localizadas exatamente nesta região central. O presente trabalho teve por objetivo fazer um estudo de caso do fluxo de veículos no horário de pico desta microrregião com grande concentração de escolas. O estudo realizado demonstrou que apesar do aumento do fluxo de veículos ser de mais de 250% do volume normal durante a hora de pico, representando somente 33,28% de sua capacidade máxima (encontrada através do fluxo de saturação). Logo, conclui-se que o que ocasiona problemas no fluxo de veículos da via em questão não é o volume de veículos, mas sim o comportamento dos motoristas e pedestres que ali circulam.


Texto completo: PDF